quinta-feira, 23 de novembro de 2006

Um pequeno equívoco...

Pare.

Antes de ler esse post você terá de ler o post anterior ou ficará completamente perdido.

Confesso que cometi um pequeno equívoco ao comparar os gays aos negros, índios e mulheres, afinal, os gays optaram por serem gays, já os outros não tiveram nenhuma opção.

Mas, tenho que discordar em uma coisa: a comparação entre os gays e um assassino.

Os gays optaram por serem gays, não vou dizer que concordo, mas respeito, afinal são seres humanos como eu. A escolha em ser gay não atinge e nem interfere na vida de ninguém mais.

Já um assassino é culpado por, não só interferir, mas destruir a vida de alguém. Ele foi contra a “moral da sociedade” (se é que essa sociedade ainda tem alguma moral), de fato, mas nada é justificável a tal ato.

Se formos culpar a sociedade por tudo, como alguns justificam o assassino dizendo “mas era pobre e estava com fome”, então, culparemos a sociedade por existirem tantas lésbicas em Recife, por exemplo, afinal, aqui existem 15 mulheres para cada homem.

Vê-se que a sociedade nem sempre tem culpa, pois, por mais que a sociedade lhe prejudique, a escolha é sempre sua, tanto ser gay quanto ser um assassino, apesar de que, acho essa comparação um tanto ridícula.

Mais uma vez, obrigada pelos comentários, tanto gostei, que fiz um post em resposta.

-Abraços
Kari Mendonça

Nenhum comentário: