segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Amar... amor...


De acordo com Oswald de Andrade, o amor resume-se ao humor, já Drummond diz que o "amor é estado de graça e com amor não se paga".

Amar não resume-se ao sexo oposto, mas em uma relação entre duas pessoas. Existe amor de irmão, amor de pai, de primo, de amigo e acima de tudo o amor que vem com a paixão.

O amor é complexo. Uns amam simplesmente por amar, outros necessitam ser amados antes de tudo. Alguns reclamam que são sulfocados pelo "amor em excesso", já outros por recebê-lo de forma escassa.

Penso que o mais importante na vida é amor. Ninguém vive sem tê-lo, seja correspondido, rejeitado ou platônico.

Vivemos numa eterna busca ao amor perfeito, e acabamos nos esquecendo que não somos perfeitos, e por ser "controlado"(ou simplesmente, sentido) pelas pessoas o amor também não pode ser.

Se o julgam por amar de mais ou em "quantidades insulficientes", talvez o problema não seja a "quantidade" do seu amor, mas o remetente. Seria melhor procurar um outro remetente, pois o seu amor em excesso pode completar alguém e o seu amor escasso pode ser o sulficiente para um outro alguém.

O amor não mede conseqüências, vence barreiras, preconceitos e seja lá o que for.

Porém amar, nem sempre é um mar de rosas. O amor quando não correspondido pode causar sérios danos, e por isso, devemos saber a hora de parar. Não de parar de amar, pois é difícil, porém, a hora de parar de alimentar esse tal amor. Pois o amor é como uma planta, se não o regar, não cresce.

Sei que falei muito e posso não ter chegado a nenhuma conclusão, entretanto, o amor não se conclui, apenas se sente e pronto.

Antes de ir, gostaria de citar uma frase da jornalista Marina Colasanti, tirada do seu livro A Nova Mulher. " Lembre-se que o amor da vida é aquele que a gente escolhe entre tantos e aquele com quem, entre tantos, fica".

Kari Mendonça
_____________________________________________________
Movimento entre Blogs - Vale a pena ler de novo
1 - Qualquer blog convocado pode participar.
2 - O blogueiro que participar deve escolher um de seus textos (de sua autoria) que você mais gostou(sabe? aquele que quando você acabou de postar você disse para si mesmo: eu estou inspirado hoje!),e então republicá-lo, podendo trocar foto, modificá-lo de algum jeito.
3 - Escrever a frase: ‘Movimento – Vale a pena ler de novo’ no final do texto, só para identificar como participante juntamente a essas regras.
4 - Convoque mais 5 blogs para esse movimento colocando os links deles no seu post republicado.
5 - Se você foi convocado mais de uma vez, se quiser, republique mais algum que você goste.
Fui convidada por Pripa a aderir o movimento.
E agora convido:
-Beijos
Kari

6 comentários:

Priscilla Pontes disse...

opa eu conheço esse livro de Colassanti...aahshashahsh

Lindo o texto kari e o q vc disse tah mais q válido e tem q ser relido mtas vezes, p ver se penetra nessa nossa mente desajuizada..ashahshah

Bjus.
lí seu email.

Samanta disse...

Oi, querida!
Putz!
Quantas vezes a gente não se pega achando que está amando ao vento, não é mesmo?
Difícil mesmo concluir sobre este sentimento...
Semana passada mesmo tomei mil e uma decisões sobre algo que está rolando na minha vida e, no fim, acabei fazendo outras que nem havia imaginado.
Mas, de boa...
Escuta!
Adorei a indicação!
Quando atualizar, colocarei o post.
O ruim é que perdi todos os meus arquivos quando deu um pau no meu computador em novembro do ano passado.
Depois parei com o blog...
Logo imaginei um post meu que não tenho mais.
Mas, mesmo assim, vou postar um dos últimos meses.
Semana que vem, quando atualizar.
Beijos no coração.

Antônio disse...

Tem uma frase sobre o amor que eu adoro. Nunca a decorei exatamente, e tbm esqueci o autor, mas lembro da essência dela: "Quando se começa a falar muito do amor, a explicá-lo e a entendê-lo, é porque já não se está mais amando".
Perfeita!
Muito obrigado pela indicação do Vale a Pena Ler de Novo, fiquei lisonjeado em ser o primeiro da lista. Até já sei qual será o texto republicado. =)
Beijão, cuide-se!

Palavras de um mundo incerto disse...

Vi e tenho que ler todos posts.

Voltarei hoje à tarde.

Bjo

Marcos Ster

Karol disse...

Oi kari... vou participar sim... legal seu convite, muito obrigada...
Acontece que o weblogger me sabotou... eu não mais consigo entrar no "eu sou assim"
Tentei recuperar alguns textos (pois a maioria eu não salvava - que idiota!), daí, montei um novo blog, com outra cara.... vai lá ver se vc gosta.

bj

Palavras de um mundo incerto disse...

Oi, guria!!

Amor é viver cada centésimo,segundo, cada minuto, cada hora com a mente presente e o coração batendo com pensamentos bons. Amor é complexo assim como disseste.

Adorei!!!

Com carinho!!!

Marcos Ster