terça-feira, 30 de outubro de 2007

Felicidades...

Você já desejou que a pessoa que você amava fosse feliz com outra? Eu já. Acredite, não foi fácil, mas foi a atitude mais idiota ou talvez a mais madura que já tomei. Hoje, sinto-me mais leve e muito em paz comigo mesma.

Estávamos naquele processo de paquera (cascata, ou chame como quiser) há alguns meses. Sempre que nos encontrávamos era “aquele” clima (ou assim pensava eu). Eu passava a semana toda contando os minutos para encontrá-lo, mas claro que os encontros eram casuais e nunca marcados.

E depois de tanto resistir, acabei ficando com ele. Não sei nem se posso chamar de “ficada”, já que foi só um beijo e logo tive que ir embora. Depois disso, não nos encontramos mais. Falávamos-nos apenas por mensagem de celular ou MSN.

Escrevi algo para ele aqui no blog, ele até leu. Duas semanas depois do beijo e ele estava diferente, já não respondia a minhas mensagens e logo parei de mandá-las. Também não entrava no MSN e por isso não mais conversávamos.

Até que uma noite, enquanto jantava, o celular tocou. Nem acreditei quando vi o nome dele e atendi cheia de emoção, porém bastante confusa. Ele não disse nada demais, apenas pediu para que eu entrasse no MSN, pois precisávamos conversar.

Ao ouvir que “precisávamos conversar”, eu sabia que a conversa não seria boa, não para mim. Mas entrei no MSN. E, logo que a conversa começou, eu já sabia o que ele diria.

Não sei explicar, mas eu sabia exatamente o que ele diria, antes mesmo dele começar a “falar”. Como eu não tinha nada a dizer, fiquei parada, apenas lendo. E quando eu li aquilo que eu já sabia, ás lágrimas começaram a cair dos meus olhos. Por um segundo tive vontade de matá-lo, mas logo em seguida eu disse:

- Eu amo você, e você sabe disso. E, por amar tanto assim, eu só desejo que você seja feliz. E se não sou eu quem pode te fazer feliz, espero que ela possa. Desejo mesmo toda felicidade pra vocês.

Pronto! Eu já não tinha mais nada a dizer. Ele ainda tentou me dizer que, antes de começar a namorar falava de mim para ela, e que, não quis brincar comigo... Essas coisas idiotas que eles dizem pra tentar sair de bonzinho, sabe?

Mas, ainda com as lágrimas escorrendo, me despedi dele e o deletei do MSN. Parei de freqüentar o único lugar onde nos encontrávamos e passei muito tempo sem vê-lo. Achei que, ter desejado felicidades não teria sido a coisa mais sensata a ser dita, mas eu realmente não sabia o que dizer e aquilo foi a única coisa que me veio a cabeça.

Não sei se ele acreditou que as minhas “felicidades” para ele foram verdadeiras. No entanto, quando eu amo, eu quero mais é que a pessoa amada seja feliz. Apesar de que, não sei se hoje conseguiria desejar a quem tanto amo que vá ser feliz com outra. Mas naquele dia eu consegui, e foi sincero.


Kari Mendonça

21 comentários:

Mylene Ribeiro disse...

Ai ai ai

Acho q eu nunca conseguria fazer isso !

Como assim :
'' Q seja feliz com outra pessoa ! ''
.... mas foi muito legal da tua parte !

Bjao

e teu cantinho é bem legal .

Katarine Rosalem disse...

Olha, não sei se conseguiria dizer isso a quem amo. Mas foi o que vc conseguiu dizer na hora. E olha, pode ter sido sim a melhor coisa que fez. Pois talvez assim vc consiga ser feliz tb, mesmo que pareça impossível.

bjos!

Auíri Au disse...

Tenho certeza que será recompensada por isso!!!


hihihihi

LUz



Auíri AU

O pensador disse...

Oi?

Engraçado depois de tudo que conversamos no msn... decidir falar de novo acho que precisava me libertar, então falei que... é melhor vc sentar foi exatamente o que vc posto no seu blog, libertei ela de mim... deixei que ela fosse e sem olhar pra trás desejei boa sorte e que ela fosse muito feliz!!! me sentir meio estranho mas o que é pior é que eu vejo ela todo dia... mas prometir pra mim mesmo que ela pagina virada tou treinando isso no meu inconsicente.

Renata disse...

Eu passei por uma situação parecida... Mas no caso foi com um ex-namorado... Não tinha muito tempo que tinhamos terminado e ele começou a namorar outra... teve problemas no relacionamento dele e veio conversar comigo, mesmo partindo meu coração, dei os melhores conselhos que podia. É sensato, é maduro, é demonstrar um amor enorme pela pessoa, mas dói muito...
Bjocas

A bailarina, disse...

Kari,
acho que fez bem, eu ja passei por algo parecido. Mais nao desejei felicidade, so desejei nao precisae mais daquela pessoa.!

Beijos, no coraçao.!
:)

Candy disse...

Eiiii, será que vc pode deixar de ser meu clone, por favor?!

Eu já fiz exatamente isso!
e não era da boca pra fora. Era de verdade mesmo!
assim como foi com vc!

Que coisa né?!
isso sim é gostar, cara!
mesmo longe de vc e vc sofrendo, a felicidade do outro é importanteee!!

*amigaaa
respondo seu e-mail amanha de manha. Li agorinha, mas to correndo pra variar ¬¬

Beijooooos

Somente EU mesma disse...

Oie amiga...

Eu fiz a mesma coisa, eu pouco diferente acho, mas abri mão do meu amor por saber que não poderíamos ser felizes juntos, e permiti que ele estivesse ao lado de quem realmente o merecia... Não por ser melhor do que eu, mas pela insistencia... Essa mulher feliz de tudo pra nos separar, então perti que vivessem o que achavam que era certo...

Bjs

Janaína

Thais G. disse...

Oi Kari!

Olha, dificil acreditar na sinceridade do desejo de felicidade... acho que foi como vc mesma colocou: vc não tinha o que dizer na hora. Quando a gente ama a gente (eu pelo menos) quero que a pessoa seja feliz comigo.

Eu também já disse isso pra um ex namorado meu, mas porque eu nao queria ficar por baixo, e nao queria que ele visse que estava sofrendo com a situação. Se vc sentiu algo parecido com isso que te falei, então essas "felicidades" foram da boca pra fora mesmo. Se não, corajosa, mas isso eu não faria...

Na realidade eu queria mais que ele se fodesse com ela, que ele detestasse. Comigo nao tem essa de sentir ternura... Mandar ir ser feliz com outra? Não mesmo!
"Quebra a cara desgraçado"! Mas lógico, dou tapas com luvas de pelica...

Não desejo e nem desejarei felicidade de ex-namorado se isso me causar sofrimento. Sim, meu amor é egoísta mesmo!

Mas adorei a reflexão!

abraços!

Antônio disse...

É, são coisas do amor... A gente nunca sabe pra onde o que sentimos vai nos conduzir.
Discordo apenas de um ponto: "Essas coisas idiotas que eles dizem pra tentar sair de bonzinho, sabe?"
Todo mundo é passível de passar por algo assim, e pode ter certeza de que eu já passei. Tentei ser sincero o máximo possível, mas o que fazer, se não mandamos no coração? Mulheres e homens estão sujeitos a esse tipo de situação, e não há como julgar o que cada um sente e faz.

Beijão, moça, sei que tô sumido nos comentários, mas é que ando tãããão preguiçoso pra escrever...

Mas, continuo lendo, viu?

Beijos!

Weird disse...

Poxa, me passa um pouco dessa atitude? =P

Reticências disse...

Ontem li algo que tem muito a ver com isso. Dizia que a pessoa tem que ser altruísta o bastante para entender (e permitir) que a felicidade do outro deve ser respeitada.

Eu já fiz isso. E doeu bastante. E é daquelas feridas profundas. Mas ai a gente acaba sendo altruísta tb a ponto de entender que se a felicidade dele não era ao nosso lado, a nossa igualmente não estaria ao lado dele...

Obrigada pelas felicitações....
Bjos

Alexandre Hallais disse...

Doce Kari, estou com muita saudade!

Por onde andas guia?
Li seu texto e fiquei preocupado. Palhaço, não merece tua lágrima. Não quero saber que estais triste. Não fique assim, fique bem.

Não abandone o MSN, pois eu te encontro lá tb.

Beijos moça. saudades profundas.

menina lunar disse...

Acho que eu lembro dessa história, cê já me falou dela uma vez.
Cafajestes sempre vão existir mesmo, inevitável. E mais inevitável ainda é deparar-se com eles pela vida afora.
O essencial é agir sempre com sinceridade e amadurecimento como você, Kari, daí um dia aparece um "à tua altura" ou que pelo menos chegue perto..

=]

Espero que o coração permaneça legal. ;D

Beijo gigante!!

Deborah disse...

eu já fiz isso. quer dizer, não disse pra ele que queria que ele fosse feliz. tive que admitir apenas para mim mesma. foi bom na hora, mas não convincente o suficiente.

Luciana * disse...

Eu também ja fiz isso e foi sincero, mas tinha muito mais história no meio. No começo a gente fica muito mal, lagrimas no rosto como você e tudo mais, mas toda aquela balela que o que desejamos ao proximo vem em dobro pra você as vezes pode ser verdade, às vezes é. :}

carolina; disse...

estou me sentindo uma malvada sabia dona Kari.
mas sabe, minha história de amor é confusa, é algo profundo demais e meio lento.
;*

carolina; disse...

ah que bom que gostou!
:]

Violetie disse...

corajosa! MUITO! ñ sei se eu faria o mesmo, mas é sensato!

bjuss

Palavras de um mundo incerto disse...

Bah,
Sem comentários!!!!


Bjo querida e a SINCERIDADE é a prova do AMOR!!!


Marcos Ster

ALF disse...

É sempre tomar decisões assim. vivemos sujeitos a esses testes. E precisamos superar e seguir em frente de cabeça erguida. Pra mim foi muito dificil tambem desejar o mesmo para a minha ex, embora amasse muito. Ela quis terminar e terminou, de uma forma revoltante e covarde, mas não guardo mágoas dela. Também acho que foi dificil pra ela.

Mas na vida é assim né. Sei que existem momentos dificeis para a gente e nessas horas devemos absorver bem os aprendizados adquiridos em cada vivência ou experiência. Sei que tu tirou muita coisa boa disso tudo. e sei que continuará firme e com o coração brilhando.

;)

Beijos