domingo, 14 de outubro de 2007

Strip-tease

Chegou no apartamento dele por volta das seis da tarde e sentia um nervosismo fora do comum. Antes de entrar, pensou mais uma vez no que estava por fazer. Seria sua primeira vez. Já havia roído as unhas de ambas as mãos. Não podia mais voltar atrás.

Tocou a campainha, e ele, ansioso do outro lado da porta, não levou mais do que dois segundos para atender. Ele perguntou se ela queria beber alguma coisa, ela não quis. Ele perguntou se ela queria sentar, ela recusou. Ele perguntou o que poderia fazer por ela. A resposta: sem preliminares. "Quero que você me escute, simplesmente!" Então ela começou a se despir como nunca havia feito antes.

PRIMEIRO TIROU A MÁSCARA

"Eu tenho feito de conta que você não me interessa muito, mas não é verdade. Você é a pessoa mais especial que já conheci. Não por ser bonito ou por pensar como eu sobre tantas coisas, mas por algo maior e mais profundo do que aparência e afinidade. Ser correspondida é o que menos me importa no momento, preciso dizer o que sinto."

ENTÃO ELA DESFEZ-SE DA ARROGÂNCIA

"Nem sei com que pernas cheguei até sua casa, achei que não teria coragem. Mas agora que estou aqui, preciso que você saiba que cada música que toca é com você que ouço, cada palavra que leio é com você que reparto, cada deslumbramento que tenho é com você que sinto. Você está entranhado no que sou, virou parte da minha história."

ERA O PUDOR SENDO DESABOTOADO

"Eu beijo espelhos, abraço almofadas, faço carinho em mim mesma tendo você no pensamento, e mesmo quando as coisas que faço são menos importantes, como ler uma revista ou lavar uma meia, é em sua companhia que estou."

RETIRAVA O MEDO

"Eu não sou melhor ou pior do que ninguém, sou apenas alguém que está aprendendo a lidar com o amor, sinto que ele existe, sinto que é forte e sinto que é aquilo que todos procuram. Encontrei."

POR FIM, A ÚLTIMA PEÇA CAÍA, DEIXANDO-A NUA

"Eu gostaria de viver com você, mas não foi por isso que vim. A intenção é unicamente deixá-lo saber que é amado e deixá-lo pensar a respeito, que amor não é coisa que se retribua de imediato, apenas para ser gentil. Se um dia eu for amada do mesmo modo por você, me avise que eu volto, e a gente recomeça de onde parou, paramos aqui."

E saiu do apartamento sentindo-se mais mulher do que nunca.

Martha Medeiros

PS.: Martha Medeiros, né? Não precisa dizer mais nada!

18 comentários:

O pensador disse...

Esse blog achei muito só o título já diz tudo BOTANDO PRA FORA...

Adorei bjs!!!

Helena disse...

Eu não acho que eu conseguiria ter uma atitude dessas hehe.
Mais que bom se eu estivesse, e sobre tudo estar no controle de algo que eu acho que não teria coragem de controlar.
Adorei o texto =]
Bjos

benechaves disse...

Oi, Kari: muito bom este texto da Martha Medeiros! Realmente é de um despojamento de fazer inveja.
Olha: saudades de vc! Estudando muito ou amando demais? Apareça e pegue seus sonhos.

Um beijo de carinho e saudade...

Reticências disse...

Olá,

Ai, que vontade de despir-me do medo e vestir-me de ousadia. Quando o assunto é amor, costumo gaguejar na oratória...

O sorvete estava uma delícia!
E o chimarrão, pode deixar q ainda tomaremos. Quem disse q estou tão longe assim? Sou cidadã do mundo, estou em constante e literal mudança.
Bjos

Zihh disse...

karii..
agora eu tow por aqui..
e saiba q vc eh uma das grandes incentivadoras para q eu fizesse um blog.. =D

saudades..

=**

Palavras de um mundo incerto disse...

Martha Medeiros em?

Tinha que ser gaúcha!

**risos**

Volto pra conferir o "Strip Tease".

Marcos Ster

Janaína Rovari disse...

Kari,

Muito bom!!! Ela é 10...

Estou melhor hoje....

Bjs

Janaína

Janaína Rovari disse...

Tudo que vc escreveu está certíssimo... Só nos lamentamos e nos iludimos... É lindo esse poema!!!
O texto foi escrito para alguém... Esse alguém está passando por momentos terrivéis escolhas erradas... Ou sei lá porque...

Valeu amiga,
Bjs

Hugo Simões disse...

Nossa que texto lindo Kari!
Ae, voltei ao Rotineiro e agora vou comentar sempre aqui!
uhul!
não conhecia essa Martha Medeiros..
=O
Ela escreve tão bem!
Beijão, seu blog continua maravilhoso!

Candy disse...

Hoje eu já estou melhor, Kari. Obrigada pela força! =D

Simplesmente adorei esse post! Nada como nos despirmos de muitas coisas (sejam preconceitos, idéias, opiniões...) para nos sentirmos mais mulheres.

Quem é essa Martha?

Beijooos e otimaaa semana! =D

auau disse...

Final lindo....
Inmaginável!!!

Espero saber corresponder, todas as mulheres que por mim, se prenderem....



beijos

~universo paralelo~ disse...

texto maravilhoso, que combina totalmente com o nome do blog: botando tudo pra fora,
ameeei teu blog, achei por acaso, e vou vir aki sempre.!
Nao deixa de escrever.!
~eh um prazer,
:*

Zihh disse...

pode deixar kari..
axo q um blog era tudo que eu estava precisando pra expandir meus horizontes sabe!?
e eu tow encantada com tudo isso, mas pode ficar tranquila que se depender da minha vontade, eu vou tah postando sempre que eu tiver num pc.. =D

obrigada pelas boas vindas..

=**

Janaína Rovari disse...

Amiga, eu preciso falar com vc....

Bjs

Antônio disse...

A Ana, minha namorada, é que adora Martha Medeiros. Eu também gosto, é uma mulher inteligente e que tem uma linguagem que aproxima o leitor.

Teu "PS" disse tudo. "Martha Medeiros, né? Não precisa dizer mais nada!" (2)

Beijo, cuide-se!

Adriana disse...

Mãe, esposa , dona de casa e trabalhadora

Visite :)
Bjs

http://adrianaviaro.blogspot.com

Janaína Rovari disse...

Kari,
Não tenho forças...
Bjs

Menina Lunar disse...

Eu vivo procurando textos dela e nunca encontro. rsrsrs
Beijo Kari!!

PS: Tens msn?