domingo, 4 de novembro de 2007

"Nunca é tarde para sonhar"

Recentemente estava conversando com a minha mãe e percebemos que os últimos filmes que assistimos (e acredite, são muitos os filmes que assistimos) não foram filmes com estórias apenas, mas sempre com uma lição. Filmes muito bons.

Hoje assisti ao filme “Em busca da felicidade” (The way to the Texas). Logo na capa do filme me encantei com a frase “nunca é tarde para sonhar”, e ao assistir o filme, percebi que, de fato, a frase é perfeita.

O filme mostra acima de tudo, uma linda estória de amor entre um menino de uma menina. Ele era um pouco conformado com a vida, mas de repente ela apareceu e transformou completamente aquela vida pacata e chata que ele levava.

Juntos eles decidem viver a vida da melhor forma possível. E juntos eles fazem várias coisas, passam por várias situações e por vários lugares e não importa o que aconteça, eles estão sempre juntos e sempre apoiando um ao outro.

Ela, por ser mais culta, adora ensina-lo algumas coisas. Ele, por sua vez, adora aprender. A maior lição que ela o passa é que na vida, devemos sempre ter um plano e devemos estar dispostos a lutar o quanto for para que o plano possa se realizar e para que possam segui-lo.


Logo que acabei de assistir ao filme, fiquei bastante pensativa. No filme, quando ela se refere a “um plano”, é o mesmo que falar de um sonho. Perguntei a mim mesma se eu tenho algum plano e se estou disposta a enfrentar o que for para segui-lo.

Sim, eu tenho um plano e estou disposta a fazer tudo o que puder para realizá-lo. Parece louco, pois ainda estou no primeiro ano da faculdade e já penso no meu mestrado. Ás vezes me questiono se não estou sonhando alto demais ou querendo mais do que devo.

Mas então eu penso que sonhar nunca é demais. Ter objetivos na vida é fundamental. É certo que existirão obstáculos no meio do caminho, e é por isso que devemos ter certeza do que queremos e disposição para enfrentar o que for.

Pois, quando não há disposição e nem convicção, o primeiro obstáculo, por menor que seja, acaba por se transformar em uma barreira enorme. E assim, por um motivo tão pequeno, acabamos desistindo de toda uma vida.

E só sentiremos falta dessa vida, quando finalmente percebermos que não nos tornamos nada daquilo que um dia sequer sonhamos. Por isso, não deixe os seus sonhos passarem por você, agarre-os o máximo que puder, jamais os deixe fugir, e aproveito o maravilhoso prazer de sua companhia.

Outra coisa que me chamou a atenção no filme foi o amor entre os dois. Confesso que acabei aprendendo um monte de coisas. Coisas como, não existe idade para amar, o amor pode aparecer a qualquer momento e transformar a sua vida.

Amar é estar junto, mesmo que não fisicamente. É se fazer presente mesmo na ausência. É estar junto nos momentos felizes e mais ainda nos momento de dor. É estar disposto a enfrentar toda e qualquer dificuldade sem deixar que elas interfiram no relacionamento.

Enfim, percebe-se que o filme mexeu bastante comigo, né?
Fica uma dica pra quem puder assistir.
.


Kari Mendonça

PS.: Tem post meu lá no satélite da Menina Lunar, se quiser aparecer...

20 comentários:

Palavras de um mundo incerto disse...

Querida, KaRI,

Adoro estás tuas idéias e a forma como encara a vida. Quando olhei a foto do filme que viste, lembrei dum post que tu colocastes aqui. Tu selecionastes os melhores filmes que viu, e aí contou um pouco sobre eles. Adorei!
Ei, não lembro do título, mas lembrei do sentido principal, o viver.

Bah, se ficar aqui falando o quanto adoro as tuas escritas, vou ficar dias e dias.

Bjos querida e boa semana pra ti!


MArcos Ster

benechaves disse...

Oi, amiga: saudades de vc! De alguns papos por aqui. E como vc disse, melhor batermos conversa com alguém de fora. Mas, sinto sua ausência. Talvez estudando muito,não? Apareça, tem novidades tb no blogue, na postagem anterior com dois poemas e na atual com um.
Olha: não assisti ao filme que vc fala. Vou procurá-lo por aqui.

Beijos de saudade...

Pripa Pontes disse...

É justamente essa reflexão de amor ´próprio que queria despertar, p muitas vezes escuto de pessoas dizendo que no dia que estiverem sós o mundo acabará...que a sua felicidade depende do estar ao lado do outro...mas n assim, como vc mesma falou devemos nos amar primeiro...mas nem sempre é isso que ocorre..bem fiz um texto baseada numa ótica própria experenciada e confirmada pela maneira de como certas pessoas encaram os assuntos do coração, claro que nem todos são assim..

ah depois passo aki p comentar teu texto, q to morrrrta de sono...e vamo combinar msmo essa praia né?


Bjos.
ótima semana, kari!

Marcus Vinícius disse...

Tem cara de ser legal o filme, bem antiguinho...

Aff, estou sem criatividade pra comentar.


Beijão!

Alexandre Hallais disse...

Qurida,

eu adoro filmes.
Acho que já assiti esse, mas são tantos.

Eu vivo em busca da felicidade.

Beijos

Somente EU mesma disse...

Kari,

Eu falar de sonhos aqui no seu poste ficou um pouco estranho, mas sonhar é ótimo e mesmo que seja somente por alguns minutos a realização de um sonho já é valido, pq automaticamente nos tras alegrias de qualquer forma...

Bjs

Janaína

Helena disse...

o sonho é a BASE de tudo.
Se agente não sonhasse, não teriamos de onde tirar inspiração para tornar algo real, concreto.
Bjos

ALF disse...

Que incrível. Somente o título já me encantou. Essa tua pequena sinopse me tentou a assisti-lo. E da forma que tu tratas ele deve ser sim maravilhoso e sublime.

Sabe Kari, realmente sonhar nunca é demais. É sempre importante termos metas, objetivos. Mais ainda sempre ter força para seguir sempre em frente e jamais desistir. É essencial que tenhamos um pouco dessa percepção à frente, mas com os pés no chão. Para construírmos aos poucos e realizármos de fato os sonhos que tanto desejamos. É essa luta nessa vida, essa busca incessante que sublima nossa existência.

E o amor, ah o amor, é outro que tanto precisamos aprender. O verdadeiro amor, aquele que sempre está mesmo sem estar, aquele que nos une até na distância, nas dores, nas alegrias e nos momentos solitários. O amor que une laços e torna magnífico a união de duas almas.

É esse completamento que realmente fascina...

Mais uma vez me emocionando senhorita
;)

Beijos
e boa semana

Katarine disse...

Querida Kari!
Claaaaaaro que vou assistir!
Fiquei super tentada! Vou aproveitar minhas férias para assistir a esse e a outros que estou com vontade faz tempo!

Obrigada pela dica e pelos posts lindo!
Fica com Deus!!!

Pripa Pontes disse...

Que lindo kari, deve ser um ótimo filme...é importante sempre assistir coisas que não só nos entretenham, ma sque também nos deixe uma lição como esse filme tão bem mostrou a sua...
Paulo Coelho diz em "O Alquimista" que: "Aempre antes de realizar um sonho, A Alma do Mundo resolve testar tudo aquilo que foi aprendido durante a caminhada(...) para que possamos, junto com o nosso sonho, conquistar também as lições que aprendemos seguindo em direção a ele.É o momento em que a maioria das pessoas desiste. é o que chamamos, em linguagem do deserto, de 'morrer de sede quando as tamareiras já aparecem no horizonte'. Uma busca começa sempre com a Sorte do Principiante. E termina sempre com a Prova do Conquistador."

Devemos sonhar sim, sempre alto, para que possamos ter uma meta em nossa vida e, mesmo que não consigamos alcançar essa meta, ao menos será algo bem próximo.
Tudo bem q vc está no começo da faculdade, mas não há problema para já planejar seu futuro, eu memsmo, tu sabe como sou toda adiantada qnto a essas coisas né? ahshashahsh, já to estudando pra minha manografia...=P

Ótimo post kari, e deve ser um ótimo filme, também, fiquei curiosa para assistí-lo.

Bjos.

Weird disse...

Hum, ainda não assisti esse, mas já peguei essa dica, vou ver assim que possível...

Sonhar é bom, muito bom, mas não podemos esquecer que depois do sonho estamos para a realidade, e por mais que seja legal sonhar, o melhor que se faz é conferir se os pés estão no chão, bom, é o que eu penso. =)

Vou te add no meu blog! ;)

Zihh disse...

ow kari, fiquei com vontade de assitir o filme, e agora?
hehe.. puts.. faz um tempinho que nao apareco por aqui.. ne?
saudades de ler teus textos.
e obrigada pelos conselhos.


=**

Cristal disse...

Oi Kari,
Tu não me conhece.
Eu tenho lido o Blog do Herberth e vi a admiração que ele tem por ti e passei aqui pra te conhecer.
Quando vi que vc é de Recife então... Eu sou de Santa Catarina, mas estive no mês passado aí na tua cidade, que é maravilhosa, adorei. Não conheci tudo, é claro, mas o que conheci, gostei muito.
Praias lindas, a parte antiga, aquelas arquiteturas são demais, Eu gosto de tudo que se refere as coisas do passado. A Guia local, que nos acompanhou, a Miriam, nos contou muito sobre a história da cidade, do povo, todas aquelas invasões dos Holandeses, Portugueses. Coitadinhos dos nossos Índios, não é??? Só não gostei da história dos tubarões (rsss).

Bem é isso, prazer em "conhecê-la".

O pensador disse...

Você está apaixonada?

Os planos?
se não tivermos planos por que vive então. Os mais legal é a satisafação de tudo isso... fica com Deus.

Ah!!! ia me esquecendo tou copiando umas idéias boas que rola pela net, dai começei a escrever sobre O magnata nada referente oa filme do chorão... mas porque meu apelido aqui na minha rua é MAGNATA dai começei a escrever uma estória falando sobre droga sexo rock, mulheres santas e safadas e muita mais muita música mesmo. por isso quero que vc me ajuda a escrever os destinos dos personagens vamos dar uma Deus. conto com vc?

Cristal disse...

Oi Kari,

Olha, nossas praias também são lindas, e tenho certeza que se vc realmente desejar, vai conhecer o sul sim, é só traçar um plano e trabalhar para que ele possa ser executado.
Quando vier a Santa catarina, terei prazer em te mostrar a Ilha de São Francisco do Sul, que é onde moro.
Posso te enviar umas fotos daqui, se vc quizer.

Um abraço...

Luciana * disse...

Nossa! Você me fez ficar com muita vontade de assistir este filme e o texto ficou ótimo. Pode ter certeza que este final de semana sem falta eu irei alugar e venho depois te contar o que achei. Não acho que poderei fazer um comentário melhor do que o seu, no entanto, né?
Obrigada pela visitinha la no blog, viu? Fico contente com os seus comentários ^^

Beijão!

Somente EU mesma disse...

Miga...

Estou precisando de conversar com vc...

Bjs

Janaína

Luciana * disse...

Kari!
Vi um comentário seu no blog 'um blog amador' e simplesmente adorei uma frasezinha que escreveste. Vim aqui só para elogiar-te.
"conjuntos completos que se encaixam", e digo também que concordo muito mais do que plenamente.
:)

Ana D disse...

Já assisti ...Me comovi muito, e assim como vc, quando acabou ainda fiquei pensando sobre a história..Tem filmes que mexem com a gente...Uma dica pra vc e sua mãe: As Pontes de Madison. Veja com coração aberto....abraço !

Jeniffer Santos disse...

Ah,vou procurar aqui para ver ;)


acredito tb q devemos lutar pelos nossos sonhos...sem medo de tentar,de errar,de quebrar a cara.

só acredito que a gente não deve passar por cima de ninguem p isso...alcançar um sonho c dignidade x)


beijos flor!