segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Quarto vazio

Sentada naquele quarto vazio,
Escutando apenas o barulho
Causado pelo eco do meu silêncio.


Senti-me como aquele quarto,
Vazia! De palavras, de sentimentos.
Só não sentia o vazio da dor.

Uma dor que doía, machucava.
Uma dor que me tirava o ar.

Queria respirar, mas não conseguia.
Não haviam frases a serem ditas,
E nem sequer havia quem as ouvissem.

Enfim, levantei-me! Abri a porta.
Sai. Olhei para trás, e desejei
Não sentir aquilo nunca mais.


Kari Mendonça
inventando poesia,
parte II

PS.: Desculpem não responder aos comentários, mas, como já havia dito, me mudei no sábado e ainda estou sem internet em casa. Estou usando (indevidamente) o computador alheio, e, por isso, não posso ficar muito tempo e nem sair por aí entrando em muitos sites. A OI me deu o prazo de três dias, então, espero de todo coração estar com internet no máximo na quarta-feira para ler e comentar em seus blogs que estão me fazendo muita, muita falta mesmo em... Beijos

19 comentários:

Sinto que sei que sou: disse...

Ah eu te desculpoe passo para avisar que "sumerei" do blog por algun tempo, não muito, mas o suficiente para refeltir sobre algumas coisas...mas continuo no msn...
Nunca mais sinta isso, e se entrar novamente no quarto vazio, encha-o da sua alegria e transborda....

Bjo boa sorte na nova casa...

:)

Fire disse...

Nossa! Boa sorte em sua nova casa Kari!!

O poema pe lindo msmo, e vazio é uma coisa péssima de se sentir, mas a felicidade tem o poder de curar isso rapidinho!

Mil bjus!

Andréia disse...

amei a poesia!! parece um trecho real sobre a minha vida


beijos e tudo de bom!

Flavinha disse...

vc acredita que postei sobre isso hoje? Sobre dor... sobre renascer da dor... no fundo, toda dor é necessária para aprendermos a trabalhar nossos sentimentos, a nos tornar mais fortes diante das dificuldades. Nos tornamos mais fortes quando transformamos a dor em aliado.

Beijo!

Luan Iglesias disse...

E teu desejo se concretizou?

Bom 2008, big beijo!

::Lone Wolf:: disse...

Não sabia que você escreve poesias. Gostei muito dessa, sei bem como é a sensação da dor sufocante. Eu diria que é como estar caindo num poços sem fundo.
Espero que volte logo.

Beijos.

∆٭♥∞

Auíri Au disse...

O silêncio é o meu amigo que mais conversa comigo....


Boas mudanças.....



beijosss

Marcela disse...

Kari, minha cara esse quarto vazio! Lindo!
Ó, muito obrifada pelo comentário de aniversário, foi demais poder contar com a sua compreensão, com as coisas legais que me disse! Obrigada mesmo! Acho que a minha crise ja deu uma amenizada, sei la, nao tem jeito, tem q aceitar neh? Então é melhor deixar ir passando.
Adorei que tu tenha te indentificado comigo, com a minha história. De fato, eu odeeeio fazer aniversário =P Quem sabe um dia a gente foge de aniversário juntas, né? auhsuahsuhas
Muito obrigada pelo feliz aniversário! Acho que surtiu efeito ;)
Um beijo bem grandão pra ti!

candy disse...

aaff
como vc faz falta!!
volta looogo!

quero saber tudoo
:X

beeeijooo

Fláh disse...

Vazia?
Me sinto vazia de palavras pra comentar tb.

aiai.

Thayssa disse...

Que lindo, e que forte!
Adorei, ah agora estou de volta mesmo.!
Beijos

Katarine disse...

Hummm... Realmente, senti sua falta! E não vejo a hora de receber sua visita novamente.

Bjos e espero que estejas bem!

Zihh disse...

muito bela essa poesia kari.
tu se mudou pra onde?
assim que tu puder, dá noticías ok?
saudades da senhora.


=**

Mylene Ribeiro disse...

Lindo como tudo q tu escreve mocinha !!

Ai esse vazio q insiste em nos perseguir !

Boa sorte na casa nova !!!

Bjos e volta logo !!!

Pripa Pontes disse...

kari, quartos vazios podem ser bom para nos encontrarmos, mas entre suas paredes estéreis tbm podemos nos perder em melancolia...
sem mais, dê um "chega pra lá nesse vazio" e encha sua vida com as belezas que lhe cerca.
As mudanças sempre são difíceis, mas depois tudo se acomoda e se endireita.

Qnto a sua ausência, pelo menos ainda pode nos presentear com seus posts ^^
Saudades kari!

Bjos.

Marina disse...

É muito ruim se sentir assim =/
Mas eu também espero que você não sinta mais isso..
Afinal, você com certeza não é uma pessoa vazia =)
É uma pessoa repleta de sentimentos...e de palavras lindas a serem ditas ao mundo!!!

=***

Carolina disse...

"Quero-te como uma menina
que gosta de brincar
Quero como uma mulher
que aprendeu a amar.
.
Quero-te como quem
sabe o que quer
Quero mais do
que qualquer mulher.
.
E é querendo-te que sei.
Sei para onde ir,
Como seguir.
.
E seguirei até ti.
Até te achar,
Ou me perder no caminhar.".

Os homens precisam aprender a nos dizer palavras como essas!
HEUEHUEHUEHUEH
continue a inventar poesia, adorei ler, faz carinho.

O Véio disse...

O quarto não estava mais vazio...

Estava infinito: Havia você!

;-)

ALF disse...

eita mas que intenso.

continue inventando poesia porque só tá saindo coisa boa rsrs

ficou lindo

beijos
;)