domingo, 17 de agosto de 2008

Lembranças de uma sexta

“Guardo pra te dar
as cartas que eu não mando
Conto por contar
E deixo em algum canto”
.
.
Engraçado como as músicas, assim como os cheiros, podem nos transportar para outros lugares, outros momentos. E nos fazer sentir sensações sentidas, saudades passadas. Lembranças tão detalhadas. E tudo, apenas por sentir um cheio ou ouvir uma música.

Estava aqui no computador olhando sites, quando resolvi escutar o cd “Leoni Ao Vivo” e, foi inevitável não lembrar daquela noite de sexta-feira. Estava sozinha no quarto. A cama ficava perto da janela e deitei virada para ela. Liguei o som e coloquei esse cd.

De onde estava, podia olhar o céu. A lua estava bonita e as luzes do quarto, apagadas. Mas não estava tão escuro, a lua iluminava um pouco. O clima estava agradável. Entrava um pouco de vento. Fiquei bons minutos com os olhos fechados.

Ás vezes olhava o céu, ás vezes pensava na vida. Fiquei escutando todo o cd ali. As músicas foram ouvidas com todo cuidado e carinho. Prestei atenção em cada letra, em cada detalhe... Foi um momento mágico.

Em certo instante, decidi olhar um pouco o que estava acontecendo na rua. Foi quando o avistei. Ele, o menino do sexto andar. Era assim que o chamava. Nunca descobri seu nome, mas não esqueci seu rosto. Estava, naquela noite, de paletó. Mais bonito que nunca.

Não fiquei muito tempo na janela. Logo voltei para a cama. Fechei os olhos e mergulhei na música. Mas, desde então, todas as vezes que começo a ouvir “as cartas que eu não mando”, a primeira do cd, é inevitável não lembrar de todos esses detalhes dessa noite de sexta-feira.
.
.
“A ciência confirma os fatos que o coração descobriu
Nos seus braços sempre me esqueço de tempo, espaço e no fim
Tudo é relativo quando te fazer feliz me faz feliz
Se a história for sempre assim
Melhor pra mim”
.
Kari Mendonça
Em laranja: As cartas que eu não mando (em cima)
....................Melhor pra mim (em baixo)

13 comentários:

Palavras de um mundo incerto disse...

eitaaaa,
essa guria...
Adoro o que ela escreve.

Eitaaaa, que coração gigante.


Beijos no coração!!!


Marcos Seiter

Uma Vencedora disse...

Oie amiga...

Amo ler as suas estórias, são sempre tão reais que nos faz viajar em frases que exalam sentimentos e sonhos...

Eu costumo fazer isso que a estória relata, mas da janela do meu quarto não dá pra ver a lua, somente o céu, e nem sempre aqui no RIO o vento nos visita, somente muito calor mesmo no inverno!

Beijos cheio de saudade...

Janaína

Candinha disse...

ai, como eu me lembro do menino do sexto andar.. aaai como eu me lembro! hehehe =P pena que na única vez q deu pra ver ele de verdade eu tava sem óculos.. =/

ueheuheuehe

Leoni.. sempre Leoni. ^^
;*

Luanda Moura disse...

Menina, eu tb sou assim: escuto uma músico e sinto cheiros, sabores, todas as sensações vêm em sinergia. O pior é quando uma música vem associada ao que pensei quando a escutei um certo dia. Com vc deve ser assim tb, ne?!
Eu simplesmente amei o seu recadinho no texto do casamento, e lê-lo hoje foi especialmente importante, já que levei um tchau ontem à noite... =/
Mas tudo é passageiro não é verdade?! Menos o motorista e o cobrador! hehehehehe
beijos

Érica disse...

Ah...seu post eu li. Uma graça. Também já ouvi muito leoni, muito paralamas, muito titãs, muitoroupa nova. Músicas com letras cheias de sentimento que nos fazem pensar.
Beijão.
:)

Auíri Au disse...

Espero que as lembranças sejam boas para seu coração!!
beijos colega

No meu mundo. disse...

Amiga, todo mundo deveria ter um momento assim pelo menos uma vez na semana.
Revigora e nos faz pensar na vida, ou não pensamos em nada só curtindo aquele instante.
Bjos.

Marcus Vinícius disse...

Eu tenho bastante dessas. Geralmente com músicas eu tenho um sentimento em relção a cada uma, e sempre que escuto ela eu sinto aquilo e lembro de algum lugar onde escutei ela e tal. Com cheiros é um pouco mais profundo.
Um exemplo é um certo cheiro de sabonete. Na semana que meu pai estava no hospital, a mesma que ele faleceu, tinha um sabonete no banheiro com esse cheiro, e desde então esse cheiro me faz sentir mal, com um aperto no peito.

Mas enfim, adorei as tuas observações. E eu estou com saudade de olhar para as estrelas sem preocupações...

Beijão!

ALF disse...

As músicas nos transportam as nuvens mesmo. E ficamos ali absortos na beleza sonfônica, perpassando pelas memórias e novamente sentindo saudades do que foi bom...

Beijocas amiga.
Te adoro.
:)

® disse...

Eu devo ser uma pedra, pq nao sinto nada quando ouço músicas... aliás, minha música preferida é o silêncio, posso comigu? rsss

Mas o seu texto tá lindo, cheio de emocoes!

Flah disse...

Eu tenho esse CD! Adoro. Ultimamente tenho ouvido pouco pq me traz umas lembranças que não são assim tão bem vindas... vc entende, né?

Ai... lembranças. Nada corta tão fundo.

Beijos!

» NaY « disse...

Ahhh, a minha vida é toda dividida em músicas! rs Não foi À toa que a primeira comunidade do orkut da qual fiz parte foi: Minha vida tem trilha sonora! É tão bom parar e ouvir músicas, prestar atenção nelas, ou mergulhar em nós mesmos... Não consigo viver sem um som por perto! ;D

Xerus
=***

Alê Raposo disse...

Caramba Karina, estava prestes a escrever algo sobre música.

Eu amo música, a minha vida é movida à música. Cada música me lembra, um lugar, um acontecimento, uma pessoa... enfim!

A minha vida tem trilha sonora rsrs

Beijos