sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O luar na escuridão

"Amor assim, mesmo distante é como a luz na escuridão."
.
Faltou luz!
Mas não faz mal.
Todas as luzes, hoje,
poderiam ser desligadas.

Todos os faróis poderiam
não ser usados.
Todos os postes deveriam
ser economizados.

Hoje, a noite poderia
parecer uma imensa escuridão.

Mas ela está lá.

E mesmo que não haja luz para iluminar,
a lua vai sempre irradiar
um eterno brilho em teu olhar.


Kari Mendonça

15 comentários:

Érica disse...

Lindo, ingênuo, delicado. Como não poderia ser diferente se partindo de você.
Esse poema me lembrou uma frase que eu e uma amiga sempre diziamos ao brindarmos nas noites com ou sem luar..."Que todos os seres, de todos os mundos sejam felizes." Pois é, que sejam.

Beijo coisa linda!

flávia ruas disse...

Ah, eu amo o luar. Como eu amo. Tem horas que a melhor coisa a fazer é olhar pro céu, pra lua, e ficar lá, pensando na vida, vagando..
beijo

Uma Vencedora disse...

Kari,

Simplesmente lindo esse poema!

Esses dias eu estava observando a grande da lua em beleza, e não pude deixar de pensar no meu amor...

Um mirante escuro iluminado só com a luz grandiosa da lua e nós dois juntos.

Sonhos...

Bjs

Janaína

® disse...

Mergulhei na escuridao e nas palavras desse luar. Continue nos propiciando momentos como esse, de ler sua alma.

Ana disse...

Às vezes não sei se olho pra lua pra ver o olhar de alguém ou se olho pro olhar de alguém pra ver o brilho da lua.

No mais é quase tudo a mesma coisa.
Bom final de semana!

Palavras de um mundo incerto disse...

Adoro o seu jeito de escrever!

Adoro o seu encanto!


Beijão pra ti!!!



Marcos Seiter

Jéssica disse...

Tem um presente procêzinha lá no blogui ;D

;**

Daniel Foschetti Gontijo disse...

Eu sempre me encanto com a luz que emana da luz. Esses dias ela até me deu sombras num pasto verdinho.

No meu mundo. disse...

A lua sempe nos traz boas inspirações.
Bjos amiga.

ALF disse...

Ô Kari, que poema tão cheio de amor. Tão lindo ler palavras tão sensíveis. Versos tão recheados de sentimento.

A frase que inicia é perfeita.

Oxe coisa boa, o amor né.
Não há distância que o impeça.

;)

Beijos Kari.
Boa semana.

*Lusinha* disse...

Tenho um olhar que é assim para mim: um guia, um farol no mar, uma lanterna. :)
Bjitos!

» NaY « disse...

O brilho da lua refletido no olhar certo realmente dispensa qualquer outro tipo de iluminação!

Xerus
=***

Camila disse...

Ai ai... Kari, o brilho de um olhar clareia mais que tudo né?!
Ainda mais quando se há AMOR.
Perfeito, viu?!
Beijo e boa semana

Quase Trinta disse...

uauuuuuuuuuuu
que delícia de texto, que declaração!!!!
Simplemente encantador

Flávia disse...

Amizade é farol no coração da gente, né?

Teu poema me fez sorrir, e lembrar de todos os meus "faróis"...

Beijos, linda.