sábado, 3 de janeiro de 2009

A cor do amor

Perguntaram-me qual a cor do amor.
Fiquei a pensar...
A cor do amor é a cor dos teus lábios pequenos,
Que tanto gosto de beijar.

É a cor de teus olhos que tanto gostam,
De me fitar.
É a cor do teu sorriso que tão bem me faz,
Quando o sinto pelo ar.

É a cor da tua camisa azul que tão bela fica,
Quando a vestes para passear.

Pensei que o amor não deveria ter cor.
Mas não há amor sem cor quando
Sinto a tua presença por perto.

Por isso, a cor do amor,
É a cor da tua presença.
Dos teus lábios, tua boca...
A cor do teu corpo suado ou bronzeado.

A cor do amor,
É a cor de quem se ama.

.
Kari Mendonça

15 comentários:

Marcus Vinícius da Silva disse...

Não sei qual é a cor do amor, só sei que ele dá inspiração e contigo isso acontece muuuuito!

Adorei o texto, e deixa eu te contar algo que aconteceu enquanto eu lia-o.
Quando li "lábios" em rosa, pensei que os outros também teriam uma cor parecida com a real, né. Daí cheguei em "sorriso" e estava vermelho, daí eu pensei "só depois de um soco...". Só depois que eu me toquei que não poderia escrever de branco por que daí ninguém veria...

Imaginação fértil...

E tu se encontrou com a Candy ao vivo e em cores em uma tela HDMI ou foi só pelo computador? Que inveja que eu tenho dessas blogueiras que se encontram...

Beijão!

Palavras de um mundo incerto disse...

Bah, guria!

Q poema INTENSO!!!

O amor sabe de cor nossas intenções e desejos.

Beijos e abraços em ti!!!

Com saudade!!!


Marcos Seiter

Quase Trinta disse...

Nossa Kari, que lindo poema...
Que no ano de 2009 as cores do amor sejam uma constante em nossas vidas.

bjs

Marcus Vinícius da Silva disse...

Acho uma ótima idéia nos encontrarmos...

Quando que tu vem? Qual é a cidade que mora o teu namorado?

Beijão!

Jaya disse...

Pára tudoooooooooooooo!
Rs.

Kari,

Se eu disser que comecei um texto com esse título, ano passado? E que a primeira e segunda frase eram as mesmas tuas? E que eu brinquei com as cores dessa mesma maneira? Gente, tô embasbacada. Será que você sou eu? Hahauhauau. Não postei, o texto. E deletei. Mas vê-lo aqui, materializado em tuas palavras doces e intensas, me faz perceber que ninguém poderia fazê-lo melhor, hoje.

Lindo lindo, moça.
Tão bom estar aqui!

Postei por lá, também.

Beijos beijos nocê.

E feliz todos os teus dias.
Com amor.

Reticências disse...

Vibrante!
O amor é um caleidoscópio. Gostoso mesmo é sentir esse arco-iris em nossa vida.
Ah, meus melhores momentos tb nunca foram fotografados. Alguns ficaram em papéis, rascunhos, bilhetes. Mas a lembrança está devidamente registrada aqui no coração. Em sons, cheiros e cores. ;)
Feliz 2009!

Jéssica disse...

Ei, esse amor todo suspira pelo Palavras de um mundo incerto?

Geeeeeente, e eu visitava esse blog, achava tudo tão lindo e não sabia.

Rolos blogueanos são o máximo. Esse é o segundo que descubro. Que maraviiiiiilha *-*
;**

Jéssica disse...

Xi, acho que errei na minha previsão. Estou certa?

Enfim, desculpa, e adorei o colorido da cor do amor *-*

;*

Eu® disse...

nossa, que poema efusivo!

Auíri Au disse...

Adoreiii!!
Hehehehe!
Me perguntei isso esses dias..
Feliz dois mil e love Kari!!!

Mutias realizações...


Beijos

Lizzie disse...

Kari. Parece que o amor andou te inspirando por aqui, hein? Que bom, que ótimo!

Adorei ver esse primeiro post de 2009 assim, colorido!
:D

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Flávia disse...

Ai, esse amor interestadual que quebra barreiras e se propaga asism, numa explosão de cores que contagia a todos nós...

Um beijo na bochecha de cada um :)

*Lusinha* disse...

Lindo demais!
Amor tem cores sim e muitas delas são exatamente essas que você escreveu.
Bjitos!

::Lone Wolf:: disse...

É... A cor do amor é a cor de quem se ama. Seja qual for a característica em pauta, o amor e o ser amado possuirá a mesma.
Há quanto tempo não venho aqui, hein? É, eu estive mesmo parado, estagnado, talvez um bloqueio criativo provocado pelo vazio. Triste eu também ter parado de visitar os blogs que mais gosto, como este. Espero que ainda lembre de mim ^^

Beijos.

∆٭♥∞

Thiago disse...

o amor é colorido assim!