terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

E-mail

De: Carolina Moura <c.moura@ymail.com> *
Para: Mariana Marques <marimarques@hotlink.com> *
Enviada: Terça feira, 3 de Fvereiro de 2009 23:59:15
Assunto: Esclarecimento

Olá Mariana, talvez você esteja surpresa em receber um e-mail meu após tanto tempo. Na verdade, eu ainda não sei se deveria enviar ou não, mas sabe, eu gosto muito das coisas esclarecidas. Não gosto de mal entendido e, muito menos de hipocrisia.

Sabe que ontem, eu te vi no shopping, mas teria continuado a andar sem problemas e, sinceramente, não entendi porque você parou para falar comigo. Quer dizer, depois de tudo que aconteceu, você ainda tem a cara de pau de me parar pra falar comigo? Como assim? Ou você acha mesmo que nunca me fez nada? Porque nós duas sabemos que você fez, e também deixou de fazer muito...

Quando eu estava na pior fase da minha vida, se só tivesse vocês, teria ficado completamente sozinha (ainda bem que eu tinha amigos de verdade). Vocês nunca ligaram para saber como eu estava, lembra? E, pior foi não terem me chamada para a festa surpresa da minha própria prima. Muita consideração em! E não me digam que esqueceram, ora essa! Não ligaram porque não quiseram que eu fosse e por isso inventaram aquela desculpa péssima de última hora. Agora, eu achei uma puta cara de pau você me ligar depois de anos querendo fazer um churrasco na minha casa. Faça-me o favor, né?

Nós duas sabemos que você (e nem as outras) nunca gostou de mim. Vocês me "aturavam" por causa da minha irmã. Mas quer saber? Eu acho ótimo ter me afastado. Cansei de tentar me encaixar com pessoas falsas como vocês.

Mas enfim, escrevi isso tudo pra dizer que, dá próxima vez que esbarrar comigo, continua andando, tá? Agradeço!

Até,
C. Moura


____________
Kari Mendonça
* Os nomes são fictícios, assim como os e-mails. Qualquer semelhança com a realidade é mera conhecidência.

11 comentários:

Camila disse...

Ui, que forte Kari.
Sincero e direto.

Odeio quando me cumprimentam por obrigação! Se for assim prefiro que a pessoa continue a seguir.

Beijos queridaaaaa

Mr. Ziggy disse...

Nada como um redondo e mineiro "Nuuuuh!" pra traduzir a reação ao ler esse email. Mas é bom é assim: chutar o balde sem medo de ser feliz. Assim são extintas as bolas de neve, as explosões e os escombros. Beijos e valeu pela visita!

Adriano Veríssimo disse...

Kari, Kari...
Eu estava pensando comigo? Nossa a Kari realmente ficou brava, mas os nomes fictícios e a história inventada, foi muito real..

Gostei mtooo!

Saudade de estar por aqui!
Pena q vc esqueceu de mim e até me tirou dos teus links...

=(
ai isso dói

rs

Beijuuuuu

*Lusinha* disse...

Direta e reta, acho que eu não saberia ser assim.
Bjitos!

Quase Trinta disse...

Adorei o e-mail, quem não conhece alguém sem noção e cara de pau como a Mariana?

Maria Fernanda disse...

Alguém recebeu esse e-mail?? Ou é tudo 100% ficção?

Jaya disse...

Kari,

Eu adorei isso. Chega me senti leve, depois de ler. Acho que e-mails assim devem ser enviados e pronto. Se bem que a pessoa em questão merecia levar uma ignorada por várias vidas e tal...

É, eu sei ter coração de pedra.

Continuar andando, e fim.

Saudades daqui, viu? Andei meio corrida, com mudanças em aspectos mil, mas tô sendo mais assídua.

Te beijo, com carinho.

Marcus Vinícius da Silva disse...

Pessoas que nos fazem sentir mal não nos merecem!

E tenho dito!

hehehe

Te cuida,

Beijão!

Luana Ferraz disse...

Silêncio para ela! Nem as tuas palavras ela merecia.

Bjos

Hariane disse...

Mais sinceridade impossível.

Bj

Eu® disse...

Hehe em pensar que a tal diplomacia exige o tal ´sinal vermelho` pelas esquinas da vida, e assim caminha a humanidade... eu tenho nojo disso.