terça-feira, 3 de março de 2009

"Complicada e perfeitinha" *

Não faz muito tempo, mas cheguei à conclusão que, quando se está angustiado, triste ou se sentindo pra baixo, não vale a pena conversar com ninguém. É verdade. As pessoas nunca vão entender o que você está sentindo, porque eles sempre olharão de uma forma diferente e você vai ter que ouvir algo como, "não é tão grave assim", ou "você está fazendo uma tempestade num copo d´água".

Oras, talvez eu realmente esteja fazendo tal tempestade, mas deixa cair os meus raios e trovões. Deixem-me chorar as minhas angústias pensando que são as piores do mundo, mesmo sabendo que podem não ser nada comprado a tantas outras. Deixem que eu tenha meus momentos, mesmo que seja aquele em que eu me sinto a pior criatura da face da terra.

Se você faz alguma reclamação da vida ou com a vida, as pessoas olham pra você e dizem sempre que você não está se esforçando. Que poderia procurar mais, correr mais, buscar mais, fazer melhor etc. O que eles não sabem é que talvez eu esteja sim dando o máximo de mim e indo a luta com todas as minhas forças, mas eu simplesmente não consigo sair do canto. E não é por falta de corrida.

Já reparei que, de fato, a minha vida (assim como a de todos, acredito), é realmente vivida em fases e pior, dá voltas. Sim, voltas, daquelas que, vez ou outra nos encontramos naquele mesmo ponto. Há fases em que estou ótima, onde tudo me satisfaz, me alegra, me ajuda... Já em outra fase, eu fico completamente desestimulada com tudo a minha volta. Eu acho que nunca vou conseguir nada ou nunca vou sair do canto...

E por assim vão as minhas fases. Algumas delas passam e não voltam, como a fase em que eu só andava de batom preto e cabelo colorido (graças a Deus que não volta), outras, no entanto, voltam sempre depois de um longo (ou nem tão longo) ciclo. E, assim como a menstruação, eu penso “vai passar. Mais uns dias e acaba.” Entretanto, enquanto não acaba, eu me entrego.

O problema maior (sim, o dos últimos dias) é que me dei conta de que, as pessoas a minha volta não sabem que é uma fase. E não sabem que vai passar (apesar de sempre me dizerem que vai). O caso é que eu percebi que as pessoas cansam. E eu resolvi que não vou mais cansá-las com as minhas angústias e lamentações. Porque elas não precisam ouvir todos os dias eu falando as mesmas coisas.

Assim como eu canso, acontece com elas também. E, depois de algumas lamentações e várias lágrimas, eu fiquei com medo (mais ainda) de que, ao cansar de me ouvirem reclamar da vida, elas resolvessem que não dava mais para conviver comigo (apesar de que, elas não sabem que o problema não sou e, e sim a minha fase).
.
Então, como não estou disposta a deixar esse momento (infernal, diga-se de passagem), destruir a minha vida, eu resolvi não mais conversar com ninguém sobre o que eu sinto, penso ou quero (ou deixo de querer) nesses últimos tempos. Pra falar a verdade, foi tudo isso que me manteve afasta por longos (e quase eternos) dias daqui (fora uns probleminhas de saúde que já foram resolvidos).
.
E, também foi uma dessas fases que me fizeram criar o blog... Sim! E é engraçado reler algumas coisas que escrevi. Lendo, dá pra perceber que passo épocas escrevendo coisas lindas... E outras épocas escrevendo coisas mórbidas... Há épocas que só faço reclamar e várias outras coisas...
.
Afinal, a vida é feita de fases e eu estou passando por apenas, mais uma delas...



Kari Mendonça
*Trecho da música "Mulher de fases", Raimundos.

9 comentários:

Jéssica disse...

Quando isso acontece comigo, eu faço a mesma coisa que você. Bem, pode parecer um pouco racional demais, mas você tem o direito de pensar e falar o que quiser, mas ninguém precisa ouvir, certo? Então, é isso que acontece.

No outro plano, quando alguém está triste, eu tento perguntar o que foi. Se a pessoa não quiser dizer o que foi, eu fico de boa (um pouco relutante, pq sou curiosa) e tento animá-la enquanto ela estiver perto de mim. Se não funcionar, eu tento curtir a mesma tristeza que ela está passando, mesmo que superficialmente. Se não funcionar, eu me afasto e fim.

(Ufa! hahaha) :P

;**

Maria disse...

É verdade, Kari. A vida é feito a lua: tem fases...rs rs rs

Vc pegou viu o meu blog? escolhi o seu Blog para ganhar o selo; "Esse Blog é uma jóia". Lá tem as instruções, tá?
Como eu posto muito, ( aqui é minha terapia) o post com o selo já está um pouco abaixo, na tela.
Um beijo

Auíri Au disse...

Sei muito bem a angústia que está passando.
É incrivel mesmo como tentamos explicar algo, e nos sentimos tão inúteis por não conseguir passar o que realmente acontece.
Cada um é uma vida!!
Por isso as palavras estão ai!
Vamos usar e abusar...
Beijos e bons ventos para novos tempos!!

Hariane disse...

Minha vida tb é feita de fases.

É claro que se dependesse de mim tudo seria sempre um mar de rosas, mas não é o que acontece.


Bjus floridos!

Marcus Vinícius da Silva disse...

E que sorte temos de que a vida tenha as fases ruins também. Imagina só! Que coisa mais sem graça uma vida de alegria ininterrupta, sem nenhum problema ou contratempo. Não dá. Nós aprendemos com os erros e com essas fases, tipo um vírus, que depois que tu tem a doença tu adquire um anticorpo contra aquiço e não volta mais, por mais que tenha fases e tal.

Tá, vê se chuta essa fase pra escanteio.

Beijão!

Cadinho RoCo disse...

As fases mostram caminhos para que outras apareçam. É como a fruta que apodrece e lança o caroço semente para o nascimento de tantas outras.
Cadinho RoCo

Cris_do_Brasil disse...

Putz, meu amigo CADINHO fala pouco, mas fala tudo viu. Ele já respondeu por mim. Mas como nao sou ele...

O silêncio, por si só, nao é bom, pq faz muito barulho... mas, salva os filhotes na natureza que, quietinhos, escapam das garras do predador.

Demorou Karitia, mas descobri que é bem isso.

´Aquele que sabe parar, guardar silêncio dentro de si e à sua volta, esse tem muitas vazas ganhas no jogo da sua vida. Percebe quem é e aquilo que faz; pode corrigir-se, pode dar um sentido aos seus actos.`(Jacques Piton)

Camila disse...

Realmente KAri. E quando não falam que é "tempestade em copo d`agua", falam "eu sei EXATAMENTE o que está sentindo".
Mas a verdade é q ninguém sabe a dor de ninguém. Entretanto confesso que quando estou triste eu gosto de conversar... tenho uma amiga q pouco diz... mas sempre me ouve e me abraça depois e diz:
"Cá, respira... tudo vai dar certo."
Mesmo sem muita segurança, eu acredito nela. Pois ela me ouviu.

BeijO

Ps1. SE precisar de alguém que te ouça *leia* conte comigo, sempre.
Ps2. Ainda bem que são apenas fases e elas passam, sempre.

Katarine disse...

"Complicada e perfeitinha, vc me apareceu, era tudo o que eu queria... Mulher de fases".
Engraçado, estava me sentindo exatamente assim nos últimos dias. Só reclamando. Achei que as pessoas também se encheriam de mim e tentei fazer como vc.
Sei bem o quanto é difícil, por isso, faça o que se sentir melhor.
E se aqui é o lugar pra vc colocar pra fora, não se importe com o que as pessoas digam, ou se elas vão deixar de ler o que vc escreve.
O que importa é que vc precia, e deve desabafar, nem que seja na tela do computador.
Não me importa se vc é como a Lua. gosto de ti mesmo assim. Bjos e não deixe de desabafar aqui, nunca!