quarta-feira, 24 de junho de 2009

Três anos e um monte de coisas...

Final de semestre é sempre turbulento. Quando o computador quebra, dificulta tudo. E quando mistura o computador quebrado e o final do semestre, não tem quem aguente. E foi por esses motivos que deixei um dia tão especial passar em branco. Há três anos o dia 13 de junho foi especial pra mim, pois nasceu esse blogue. E além de me ajudar imensamente com os desabafos, ele também me trouxe presentes maravilhosos e pessoas mais que especiais.

Creio que já devo ter comentado isso em alguns dos outros aniversários, mais o blogue surgiu de um momento de angústia. O texto publicado no dia 13/06, "De luto pelo meu Brasil", foi, na verdade, escrito no dia 07 e publicado no meu extinto fotolog. Lembro bem que estava na aula de História Geral quando resolvi escrevê-lo. Ás lágrimas quase me caíram dos olhos e a desilusão era tremenda.

Era tristeza pelo Brasil. Tristeza essa que só aumenta. É um luto que não acaba mais. Mas é uma vontade de querer tudo diferente que é ainda maior que tudo isso. Eu ainda não consigo aceitar muitas das coisas que eu vejo por aí e esse ainda não é o país que eu quero pra mim, sabe? Mas, como eu disse no ano passado, ainda é o meu país e é por isso que eu continuo aqui, disposta a fazer alguma coisa.

Para começar, que tipo de políticos são esses? Que sequer sabem a função de um jornalista? Ou melhor, que até sabem, mas que se deixam comprar, sendo contrários aos interesses da população. É o mesmo país onde esses ministros que não se importam, de verdade, com o cidadão, recebem um salário de quase 25 mil reais, enquanto metade da população sobrevive com um salário mínimo, que não chega aos 500 reais.

E que país é esse onde a justiça é uma das mais lentas do mundo? E que defende os bandidos de todas as formas possíveis? Eu sei que a infância é um momento único da vida, mas, se desde a infância a criança ou adolescente não sabe agir como cidadão, porque ele merece sair pelas ruas como se nada tivesse acontecido, ou se nada tivessem feito? Porque todo mundo sabe que essas casas de reabilitação para "menores infratores", só serve para torná-los "maiores infratores".

É tanta injustiça. Tanta desigualdade. E tanta desorganização, que eu só posso continuar com o meu luto. Sim, o luto pelo meu Brasil, porque eu ainda acredito que ele pode ser melhor. De alguma forma, eu ainda acredito.



Kari Mendonça

9 comentários:

::Lone Wolf:: disse...

Então vamos fazer alguma coisa! ^^
Eu, da minha parte, pode deixar que vou ajudar a cuidar desses políticos (quero ser promotor público), rsrsrs...
É, Kari, o STF não sabe mesmo o que faz. Aquela falsa tentativa de democratização da imprensa vai acabar de vez com a qualidade da informação levada ao cidadão. Não deixará de haver manipulação por causa disso (e na verdade pode até piorar), haverá, sim, uma queda absurda na credibilidade dessas informações.

Beijos!

Agostinho Lopes disse...

Parabéns, kari, pelo aniversário, pela persistência e pela "luta", que, para quem não conhece nossa língua, pode sugerir "o feminino de luto", mas que aqui, hoje, ganha uma conotação paralela. Que teu luto, do qual compartilho, não obscureça a luta necessária, com as "armas" das quais dispomos.

Sobre o aniversário, quando o "Salada" completou dois anos, em abril passado, uma blogueira amiga escreveu num comentário, que "dois anos de vida a um blog amador, corresponde a uma idade adulta. Que dizer então de 3 anos? Que o teu seja sempre "jovem, responsável e atual", como sempre me parece que foi!

Abraço

*Lusinha* disse...

É Kari, a gente já cresce vendo os defeitos e sem noção de cidadania...
Não tenho vergonha do meu país, mas das pessoas que o governam.
Bjitos!

aym disse...

Parabéns pelo aniversário do blog :)
poxa, começou dessa maneira? :/ realmente com o tempo passando mais coisas se deteriorando... só ver os telejornais que a depressão começa. o jeito é fazer sua parte e incentivar os que estão por perto ou longe (por intermédio desse meio de comunicação que já deu o que falar (blog)).
beijos.
tenha uma boa semana.

Érica disse...

Primeiro parabêns.
Tu merece tudo de bom que acontece na tua vida. Esse teu cantinho é massa demais, e por tua causa eu tenho um também que me enche de alegrias.
Segundo, não vou falar no Brasil,pra mim, ta perdido mesmo.

Beijos minha amiga linda.

Cαmilα ♥ disse...

É eu ainda acredito no Brasil e nos brasileiros...
Espero que um dia todos (ou quase, ou alguns) tenham essa consciencia que você demonstra dia a dia aqui, pois assim elegeriamos politicos competentes e nao estes que estão ai, fazendo atos secretos e dispensando diplomas universitarios.

Seu blog é importante para mim pois foi aqui que lhe conheci.
Um beijO querida

Ps. Você e MArcos ainda me devem uma visita aqui em Minas Gerais, heim?! ;)

Pripa Pontes disse...

kari parabéns pelo aniversário do blog, que você possa sempre botar para fora esses seus pensamentos valiosos! exercitado e nos brindando com sua escrita! e que seja uma brilhante jornalista e apesar dessas politicagens que tentam desmerecer sua profissão não desanime! vc sabe que é brilhante e que tem todo o talento e real comprometimento que devem ter aqueles de sua profissão...e vamos continuar buscando fazer a diferença e transformar esse Brasil, para que possamos sair desse luto e poder nos orgulhar verdadeiramente de nossa nação.


Bjos!

Leh disse...

Parabéns pelo blog, ele é um dos que eu olho todos os dias. Beijos

tha disse...

ai fim de semestre e terrivel mesmo, nossa senhora! inda bem que eu ja tou de ferias da facu. bem, sobre o braisl eu ja perdi as esperancas, é tanta robalheira e impunidade que acaba desanimando a gente!
beijos
http://thais.defenestrando.net