quinta-feira, 23 de julho de 2009

O e-mail que mudou a sua vida

Era a quarta vez que ela entrava no e-mail. Já havia escrito inúmeras coisas, mas sempre apagava antes mesmo de terminar. Queria escrever muito, contar muito sobre si e perguntar muito. Mas achou que não deveria. Por fim, após inúmeras tentativas, resolveu escrever de forma um tanto impessoal. Começou pedindo desculpas e falando que, se não quisesse, ele não precisava responder. Falou sobre seu blog, o que escrevia e o motivo de estar enviando o e-mail.
.

Motivo esse, que era baseado apenas na curiosidade. Queria saber porque ele parecia tão atencioso e interessado. Seria coisa da sua cabeça? Não sabia. Até receber a resposta no dia seguinte. "Tu não foi nada inconveniente, guria...", foi o que ele disse logo no início. Isso a tranquilizou rapidamente e a fez ler todo o e-mail com o coração. Realmente ele estava interessado e parecia querer conhecê-la melhor.
.
Rapidamente ela respondeu o e-mail. Agora diferente e nada impessoal. Falou mais a seu respeito, sobre coisas que queria e o que sonhava. A resposta não foi diferente. Os dias se seguiram e a frequência dos e-mails só aumentava. No começo eram grandes e demonstrava a ânsia de se conhecerem. Com o tempo, mandavam e-mails, mesmo que só para falar da saudade. Até que um dia ela não aguentou e perguntou se estava namorando.
.
A resposta só poderia vir no dia seguinte. A noite foi angustiante. Logo cedo, correu para o e-mail e, de uma forma rápida e curta, ele se desculpou e disse que, assim que pudesse, mandaria um e-mail com mais calma, mas sim, "pra mim, a gente está namorando", foi a frase que não cansou de ler até o e-mail grande chegar. Ele disse que também não queria estar com mais ninguém, apenas com ela. Ela respondou que não conseguia pensar em mais ninguém.
.
Os messes passaram e eles começaram a se falar pelo MSN. As conversas duravam madrugadas inteiras. Até que trocaram telefones e, pela primeira vez, ouviram a voz um do outro. A conversa falada não foi longa, mas foi fascinante. As coisas foram acontecendo devagar. Um dia, decidiram que era hora de se verem. Precisavam se encontrar e ter certeza do que sentiam. O problema, é que eles moravam em quase dois extremos do país.
.
Mas fizeram um esforço. Marcaram um encontro. Compraram a passagem e ele foi até ela. O primeiro encontro foi mágico. No saguão do aeroporto. O segundo beijo foi ainda melhor que o primeiro. Desde então, eles estão sempre se encontrando. Quando ela pode, vai visitá-lo. Quando tira férias, ele vai até ela. As coisas parecem caminhar bem. Essa semana, eles foram passear em Gramado. Um frio ótimo para namorar. Eles aproveitaram muito e fazem até planos para voltar.
.
Eles não sabem onde essa história vai dar, mas fazem planos, teem sonhos e seguem aproveitando cada dia que passam juntos, com toda intensidade. Ah! E hoje, faz dois anos que ela criou coragem e mandou aquele e-mail. O e-mail que mudou a sua vida.
.
.
.
Kari Mendonça

13 comentários:

Agostinho Lopes disse...

Kari

Agradeça por mim "à menina" dessa história... hehehe.

Tua história prova que, na vida, em busca da felicidade, a "ousadia" é a "moeda" necessária aos que têm objetivos.

Te desejo cada vez mais e "sempre", essa felicidade...

Abraço!

*Lusinha* disse...

Parabéns pelos dois anos.
Muito amor para vocês!
Bjitos!

Jaya disse...

Eu sempre fico comovida quando vejo essas coisas bonitas, assim. Admiro tanto o amor de vocês, Kari. Dois anos, e um e-mail histórico. Amor que foi enviado. Lindolindolindo.

Beijo, frô.

candy disse...

Dois anos jáááá, Kari?!
:o
Parabéns pra vcs!
:D
*parabéns pela sua iniciativa tb!
hehe

Muito lindinho vcs dois juntos
hihihi ^^

*adoreeei as fotos que vc mandou. Aquela mais clara então..
af!
linda!


beeeeeijo
e toda felicidade pra vcs, de coração!
:*

Hariane disse...

Linda história com final feliz.

Que vocês fiquem juntos por muitos e muitos anos.

Beijo

Jéssica disse...

Caramba, dois anos já? Como o tempo vooooa! :O

Ah, gramado! Invejinha :~
Mas vocês merecem :DDD

Tudo de ótimo pra vcs :***

Auíri Au disse...

É o mundo virtual ajudando o amor.
Sou resistente a tecnologia porém conheci o meu amor, graças a internet...
Estórias de amor...
Beijos

Katarine disse...

ÊêÊê!!!
parabéns guria!!!
PRa vs.
Linda história. Que ela dure até o sempre!
bjos!!!

Denise disse...

Quando acreditar faz diferença.
Nesse querer se expor e querem saber,houve sincronia e cumpliciodade e é justamente ela q faz tudo ser possivel.

Lindo demais saber q existem historias q dão certo

carinhos meus

Denise

Auíri Au disse...

Está de férias querida?
Sumiu....
Beijos

Pripa Pontes disse...

Que lindo Kari, parabéns!
Pois é, ninguém sabe quando como, nem onde, mas em um momento o amor aparece e simplesmente tudo faz sentindo!
Mais e mais anos de felicidades para vocês. E você é realmente a prova viva de que basta ter-mos coragem para as coisas começarem a acontecer ao nosso redor...Uma estória digna de Meg Cabot! =D

Bjos!!

Simples Assim... disse...

Quando vi a foto me deu um click na cabeça, como se fosse alguém me dando uma situada: Ei, do outro lado de cabos e fios, há vidas reais, pessoas de carne osso.

É engraçado porque a gente vai criando laços de afeto através dessa blogosfera, mas é como se estivéssemos nos relacionando apenas com o mundo interior das pessoas que estão do outro lado do pc. Quando vc posta algo tão concreto, a sua História, vc leva cada um de nós a sua vida cotidiana, ao seu "mundo real".

E eu só tenho uma coisa a dizer: Obrigada... Aliás, mais uma: Boa sorte !!!!!

Somente EU mesma!!! disse...

Kari,

A sua história com o Marcos é linda!

Quando eu me sinto sozinha, eu penso que pode existir alguém do outro lado do mundo, ou meu vizinho que pode ser a minha alma gêmea...

Seja feliz, vc merece!!!

Bjs

Janaína