domingo, 1 de novembro de 2009

Não só uma ceia

“Então bom natal, e um ano novo também.
Que seja feliz quem, souber o que é o bem.”


Há uma semana encontrei o CD "25 de Dezembro", de Simone. Havia procurado-o, mas não encontrei. Só na semana seguinte, por acaso. Não o ouvi, mas fiquei feliz em perceber que não o havia perdido. Lembro que, logo que o comprei, em liquidação no supermercado, vivia escutando. Era perto do Natal e eu gostava de ouvir aquelas músicas. "Então é Natal", era a minha preferida, pois cantei na Formatura do ABC. Já faz alguns anos que não escuto o CD e não é a toa que ele estava escondido. Desde que o achei, no entanto, estou com a música na cabeça... Hoje, ao sair com meus pais, comecei a cantar ela e outras músicas do CD. Senti certo alívio.

No início do mês, minha mãe decidiu fazer uma ceia de Natal. À noite. E mais, decidiu chamar meus tios para virem aqui em casa. Pode parecer algo bobo, mas é a primeira vez que teremos uma ceia de Natal em anos. E estamos até planejando coisas e coisas para o jantar. Desde que minha avó morreu, o mês natalino vem sendo difícil. Sei que ainda não será fácil passar pelo dia 21, mas é bom saber que estamos dando mais um passo. É como se o luto voltasse sempre que a data aproxima. Mas dessa vez, resolvemos seguir, mesmo com ele. E essa ceia é uma forma de mostrar a nós mesmos que estamos tentando.

É como se estivéssemos aproveitando a oportunidade pra comemorar as coisas boas que nos aconteceram esse ano. As coisas andaram difíceis nos anos que passaram. E parece que, desde que 2009 começou elas estão seguindo um bom caminho. Claro que nem tudo foram flores, e houve alguns espinhos, mas eles foram menor quantia. E há ainda que comemorar que não terminarei o ano como comecei. Alguns sonhos tornaram-se planos. Algumas vontades deixaram de ser apenas vontades. E alguns desejos tornaram-se objetivos. E é por isso e por tantas outras coisas, que esta simples "ceia de Natal" terá um significado enorme, para mim e para a minha família.

Ah! E não resisti... Estou escutando o CD agora...



Kari Mendonça

8 comentários:

Simples Assim... disse...

Esse cd também tem um significado especial pra mim. Todos os anos, logo pela manhã da véspera de Natal, minha mãe coloca esse cd pra tocar e ele fica lá repetindo sem parar até o fim da ceia. Todo ano a gente reclama e ela sempre diz que quando ela morrer continuaremos a colocar o cd pra sentir a presença dela. Quando ela estava muito doente, pensei nisso muitas vezes, me dava agonia não saber onde estava guardado o cd. Parece bobagem, mas eu pensava: "E se ela morrer? Preciso saber onde está aquele cd." Era como me agarrar a qq parte dela. Só que ela ainda estava aqui e felizmente ainda está. Sabe Kari? Desde que minha avó morreu o Natal passou a ser um data incômoda, todos ceiam rápido e vão logo tratar da vida, sinto como se todo mundo estivesse pensando nela, mas não falasse pra não constranger os outros, pra não estragar o Natal. Mas é justamente esse silêncio que estraga tudo. Nesse ano acho que vai ser diferente. Temos uma ausência na mesa e a sentimos muito. Mas temos alguém ali que poderia não estar mais. E isso deve ser comemorado. A vida deve ser mais forte que a morte. Bom, nem preciso dizer que esse post me tocou fundo, né? Obrigada por isso. Bjs.

Barbara disse...

Bonito isso.
Mas sou curiosa, vou querer saber como foi.
Mas que bom que a sua família tem o que comemorar e que bom que o tempo está de bem com todos vocês.
É um alento isso, no meio de tanta coisa que se passa não é?
Desfrute ( já entendi que já está desfrutando )...

Cαmiilα ♥ disse...

Que bom que estão tentando, Kari. É um grande passo, né?!
Fico aqui na torcida para que de tudo certo e que reunam-se e comemorem todas as vitórias desse ano.

Um beijO minha amiga

Pripa Pontes disse...

Sempre me encantou o Natal com essa perspectiva de reunião em família, de independente de como o ano foi, e das dificuldades que ele trouxe, estávams alí celebrando a alegria de estarmos juntos. É também nesse momento que nos reencontramos com a esperança de que coisas melhores surgirão, ou que simplesemente paramos para agradecer por tudo de bom que nos aconteceu.
Mas deve ser realmente difícil ter esse período associado com um momento em que perdemos um ente querido. E fico feliz por vcs estarem novamente reencontrando um motivo para celebrar o Natal.

Beijos Kari!

P.S: eu queria mto ter ido p o níver de kari, mas passei o fds trabalhando num evento no centro que evangelizo, mas espero por um outro momento em que possamos matar as saudades!

Lusinha disse...

Música clássica de Natal, sempre passa na minha cabeça essa música quando penso numa música natalina.
Bom que o ano de 2009 tem sido um ano bom e que trouxe coisas boas. Até uma reunião familiar celebrará essa onda de "coisa boa", isso é muito bom.
Bjitos!

Alexandre Hallais disse...

Muito obrigado pela amizade. Depois de tanto tempo, ainda vejo suas palavras.
Obrigado menina... Obrigado por acariciar um coração velho e doído.

Beijo enviado como sempre.

Do amigo

Quase Trinta disse...

Espero que a ceia dessse ano, tragal apenas as recordações boas da saua avó, e que seja um tempo de renovação.

beijos, afinal já é quase natal!!

Auíri Au disse...

Já no clima de Natal por aqui...
Hohohoho
beijos