segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Meus amigos

O que seria da vida sem os amigos? Sim, eu sei que todo mundo adora escrever sobre isso. Mas sabe, é verdade. Os amigos são as coisas mais preciosas que você pode ter. E não importa que você não os veja todos os dias ou não telefone sempre que lembrar deles. Eles não deixarão de ser seus amigos e continuarão ao seu lado de todas as formas. São aqueles amigos que você vai levar para a vida inteira, mesmo que não possa convidá-los para a formatura ou para aquele seu casamento “simples” ou para a sua casa na praia. Porque amigos mesmo sobrevivem.

No último sábado eu fui jantar com os amigos do colégio. Marcamos ás 19:30h e saímos quase meia-noite. Foi uma noite maravilhosa. Alguns não puderam ir, mas todos foram lembrados. Um grupo grande de 12 pessoas. Cada uma mais diferente que a outra. Cada um seguiu seu rumo. Estamos fazendo nossas vidas e não somos mais os mesmos 12 como há quatro anos atrás. Estamos diferentes. Virando “gente grande”. E é tão bom ver a vitória de cada um. Na sua área, na sua vida, cada um está trilhando seu caminho, para quando nos encontramos daqui uns 10 anos, podermos dizer se aquilo ou aquilo outro deu certo ou não.

E é tão maravilhoso poder saber que, mesmo não nos encontrando todos os dias, podemos sempre contar uns com os outros. Basta mandar um e-mail, um telefonema e sai um encontro. Ou só um desabafo e todos te acolhem de como podem. Descobri que eles são mais amigos do que eu pensei e eu fui boba quando tentei me esconder para não ter que lhes contar que falhei em algumas coisas. Ora essa! Eles continuam me estendendo a mão. E continuam me apoiando e... E sendo meus amigos. E a noite foi tão magnífica. Nossa! Há quanto tempo eu não ria tanto...

Estava começando a não lembrar do meu sorriso. Ouvi minhas risadas e foi bom saber que elas ainda estão aqui, mesmo que adormecidas. Estar com eles me mostrou que, não importa o que aconteça, eu não estou sozinha. Eles estarão sempre comigo, para onde eu for. E não importa que alguns estejam lutando por seu sonho, que outros estejam terminando outra etapa da vida e que outros estejam começando uma vida nova, ainda assim, estamos uns com os outros. Mesmo que em encontros rápidos e tempos distantes.

Porque amigos mesmo, esses sobrevivem mesmo quando o colégio acabar, a faculdade passar e a vida acontecer...

Amo demais cada um deles. Cada um dos 11!

Kari Mendonça

4 comentários:

Agostinho Lopes disse...

Esses momentos são essenciais e inesquecíveis...

Servem de parâmetros para nossas vidas, como se ela pudesse "ser medida" e nos engrandesse em ver o crescimento dos outros, como se os elos existentes, formassem uma corrente que puxa a todos.

Parabéns!

Dani Pedroza disse...

Sei exatamente do que você está falando. Às vezes me pergunto por que não vejo meus amigos com mais frequência. A vida vai levando a gente por outros caminhos e o tempo passa rápido demais. Mas numa noite como essa que você descreveu a gente percebe que algumas coisas nunca mudam porque foram conquistadas, são fortes, verdadeiras.

Bom que voltou. Bjs.

*Lusinha* disse...

Tenho contato com minhas amigas da época de escola até hoje e seguimos rumos diferentes, mas é bom saber que estamos juntas mesmo assim.
Bjitos!

Aneyze Santos disse...

lindo post kari!
nosso encontro foi realmente maravilhoso. fazia muito tempo que eu não ria daquele jeito, até chorar eu chorei! por mais que o tempo passe, nós sempre seremos uma família, nós sempre seremos amigos, amigos pra todas as horas.

saudades.