sexta-feira, 18 de março de 2011

Sorte?



“Porra!”, foi a primeira coisa que eu pensei quando me dei conta do que estava acontecendo. O mundo tão grande e eu tinha que me apaixonar justo pelo meu melhor amigo? Não! Aquilo não era certo. Quer dizer... E como ficaria a nossa amizade? Porque mesmo que eu nunca fale para ele, agora eu sei, né? E isso muda tudo! Claro que muda! Afinal, agora eu me dei conta do quanto eu fico nervosa quando ele está por perto. Ah não! E agora?

Já ouvi histórias sobre isso. De se apaixonar pelo melhor amigo. Mas nunca formei nenhuma opinião porque eu sempre achei impossível me apaixonar pelo Fábio. Quer dizer, o Fábio? Como assim? Há quem diga que isso seja sorte. É! Se não me engano existe até uma música que fale sobre a sorte de se apaixonar pelo melhor amigo. Mas vem cá, sorte onde? Dizem que é porque nos conhecemos há muito tempo e sabemos tudo sobre o outro. Como agradar, como evitar uma briga, ou como qualquer coisa. Mas eu não acho sorte não!

Imagina se não nos darmos bem como outra coisa além de amigos? E se a gente não conseguir se entender na cama? Minha nossa! Por que eu estou pensando em cama se ele nem sabe o que eu estou sentindo? E eu nem vou contar! Ora essa! Claro que eu não vou contar! Tudo bem que ele poderia até sentir a mesma coisa e poderíamos, quem sabe, começar algum relacionamento, mas e se não der certo? Como eu fico? Sem o namorado e sem o meu melhor amigo?

Ai céus! Mas o Fábio vai perceber, claro que vai! Ele me conhece bem e vai perceber que estou diferente. Isso se ele já não percebeu, né? Porque vai saber há quanto tempo que eu estou assim, sentindo essas coisas e sem saber e perceber. Logo logo ele vai chegar perto e vai perguntar o que está acontecendo, e o motivo de toda essa minha esquisitice, e eu vou dizer o quê? Me fala?! Pronto! Agora eu não paro de pensar que ele já sabe e daqui a pouco vai começar a se afastar de mim.

Eu preciso parar de pensar! Eu preciso parar de pensar! Mas ai que agonia! Porra! Eu tinha que me apaixonar justo pelo Fábio? Justo por ele??? Ah! Lembrei! É aquele tal de Jason Mraz que tem uma música falando da sorte de se apaixonar pelo melhor amigo. Pois eu aposto que ele nunca se apaixonou pela melhor amiga, ou ele saberia a agonia terrível que é! (…)

Acabei de ouvir a música e não é que é bonita mesmo? É! Ele faz tudo parecer tão bom! Ok Jason! Olha só: se apaixonar pelo melhor amigo não é bom! Pronto falei!



Kari Mendonça  

3 comentários:

Cαmilα ♥ disse...

Kari, querida! Há meses escrevi um post e coloquei essa musica: Lucky

http://caminhosdecamila.blogspot.com/2010/04/lucky.html

Eu e meu melhor amigos confundimos sentimentos, misturamos as coisas... e na ocasião estava pensando que estava apaixonada.
Não sei se é sorte ou não, mas que é super complicado é.

BeijOs

Thiago disse...

Eu te diria que se for recíproco é sorte, mas ainda sendo sorte muito se perde, mas pelo que se perde um mundo se constrói também, não é?

O Universo dos Pensamentos disse...

Gostei do teu jeito de escrever, não nasci com o dom de criar 'arte' em qquer forma de expressão. Mas Creio que adoro ler, ver e ouvir.

Bjos, parabéns