quinta-feira, 10 de outubro de 2013

O dia em que eu te vi pela primeira vez

Follow my blog with Bloglovin

 
Oi amor, desculpa se é estranho, mas senti uma imensa vontade de te escrever. Queria te contar sobre aquele dia em te vi pela primeira vez. O dia em que me apaixonei por você. Eu sei que já conversamos sobre isso, mas nunca parei para te contar todos os detalhes. Lembro-me tão bem daquela noite que poderia te desenhar, se soubesse como fazê-lo. 

Lembro-me de que, a primeira coisa que reparei foi a tatuagem. Gostei tanto que resolvi olhar de onde vinha. Estavas usando um tênis, do tipo que chamam de "sapatênis", uma bermuda azul escuro e uma camiseta preta. Naquele momento, olhei teu rosto pela primeira vez. E sorri ao perceber que o dono daquela tatuagem era tão bonito. De um jeito simples. 

Demorei a perceber o azul dos teus olhos, confesso. E eles não fizeram nenhuma diferença, pois quando os reparei, já não conseguia mais parar te olhar. Tentei, por vezes, desviar o olhar, mas só conseguia te perceber andando de um lado ao outro naquela sala. Durante toda a noite, tentei te encontrar, em vão. 

A minha alegria, porém, era saber que te encontraria ali na noite seguinte. E só assim, consegui passar pela noite, sem tristeza. Apenas com a esperança de poder te ver novamente e, quem sabe, trocar alguma ou qualquer palavra com aquele que tanto me havia invadido os pensamentos. E, sem saber, havia me feito sonhar mais uma vez. 



Kari Mendonça

Nenhum comentário: